Exportar registro bibliográfico

Síndrome de Down e hipotireoidismo: revisão integrativa dos fatores que afetam a efetividade do tratamento (2022)

  • Authors:
  • USP affiliated author: JORGE, GABRIEL MARTINS - FCF
  • School: FCF
  • Subjects: HIPOTIREOIDISMO; SÍNDROME DE DOWN; EFETIVIDADE
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: A Síndrome de Down (SD) é uma desordem cromossomial que acomete cerca de 1 a cada 800 recém-nascidos mundialmente, cuja uma das características é o aumento na incidência de comorbidades autoimunes como hipotireoidismo. A monoterapia com levotiroxina (LT4) é a recomendada para o tratamento de hipotireoidismo primário, porém por se tratar de um fármaco com restrita faixa terapêutica, mudanças de dose podem causar alterações substanciais nos níveis de Hormônio tireoestimulante (TSH) e devido a presença de múltiplas comorbidades associadas, há a necessidade de um controle rígido da farmacoterapia do indivíduo com SD e hipotireoidismo, a fim de reduzir interações medicamentosas e aumentar a efetividade do tratamento. Além disso, questões sociais podem impactar indiretamente a efetividade do tratamento, por meio da sua influência na adesão dos indivíduos. OBJETIVO: Entender quais são os principais fatores, como comorbidades, interações medicamentosas, adesão ao tratamento e condições socioeconômicas que influenciam na baixa efetividade do tratamento com levotiroxina nos indivíduos com síndrome de Down. MATERIAIS E MÉTODOS: Utilizou-se a Prática Baseada em Evidência (PBE) e realizou-se uma revisão integrativa nas bases de dados da U. S. National Library of Medicine (NLM) - PubMed e Biblioteca Virtual em Saúde (BVS). RESULTADOS: A multimorbidade e a polifarmácia possuem grande prevalência na população com SD, há uma mudança de perfil nas comorbidades entre pacientes jovens e mais velhos com SD, porém o número de comorbidades é semelhante em ambas as populações. O hipotireoidismo sempre aparece com prevalência semelhante nas duas populações e a LT4 aparece como o fármaco mais receitado. Os fármacos achados que influenciam no tratamento com LT4 na população com SD são: ferro, inibidoresde bomba de prótons, cálcio e estrógenos, estatinas, anticoncepcionais e antiepiléticos. Fatores como a educação do paciente e ou do seu cuidador, comparecimento a consultas DocuSign Envelope ID: 77C34BD3-B266-4B2F-B035-87DA4A94D15D 4 médicas a cada 2 meses, não adiamento de consultas médicas, medição dos níveis de TSH regularmente, conhecimento dos valores de referência para TSH e conhecimento de sua condição médica são essenciais para a adesão ao tratamento com LT4. Detectou-se diferenças socioeconômicas entre a população geral e a população com SD, essas diferenças foram identificadas por causar disparidades em intervenção precoce e em transição de saúde. CONCLUSÃO: A educação dos pais, cuidadores e pacientes foi demonstrado como fator que aumenta a adesão ao tratamento e incentiva a intervenção precoce, fatores que aumentam a efetividade do tratamento. Os programas sociais também se mostram como ferramentas imprescindíveis, pois aumentam o número de consultas desses pacientes e reduzem seus custos referentes a saúde. Já questões como multimorbidade e polifarmácia aparentemente não influenciam na adesão, mas podem reduzir a efetividade do tratamento, prejudicando a absorção de LT4 ou reduzindo sua efetividade. Há uma grande oportunidade de atuação do profissional farmacêutico no ramo de assistência farmacêutica. O profissional pode atuar na educação de pais, cuidadores e até do próprio paciente sobre o uso correto da LT4 e suas possíveis interações, os exames que devem ser feitos regularmente para acompanhar a efetividade do tratamento e as precauções a serem tomadas segundo os guideline
  • Imprenta:

  • Download do texto completo

    Tipo Nome Link
    Versão Publicada 3136239.pdf Direct link
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      JORGE, Gabriel Martins. Síndrome de Down e hipotireoidismo: revisão integrativa dos fatores que afetam a efetividade do tratamento. 2022. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação) – Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2022. Disponível em: https://bdta.abcd.usp.br/directbitstream/ef25e129-b3d3-49e9-a601-a897f9235c9b/3136239.pdf. Acesso em: 22 jun. 2024.
    • APA

      Jorge, G. M. (2022). Síndrome de Down e hipotireoidismo: revisão integrativa dos fatores que afetam a efetividade do tratamento (Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação). Faculdade de Ciências Farmacêuticas, Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de https://bdta.abcd.usp.br/directbitstream/ef25e129-b3d3-49e9-a601-a897f9235c9b/3136239.pdf
    • NLM

      Jorge GM. Síndrome de Down e hipotireoidismo: revisão integrativa dos fatores que afetam a efetividade do tratamento [Internet]. 2022 ;[citado 2024 jun. 22 ] Available from: https://bdta.abcd.usp.br/directbitstream/ef25e129-b3d3-49e9-a601-a897f9235c9b/3136239.pdf
    • Vancouver

      Jorge GM. Síndrome de Down e hipotireoidismo: revisão integrativa dos fatores que afetam a efetividade do tratamento [Internet]. 2022 ;[citado 2024 jun. 22 ] Available from: https://bdta.abcd.usp.br/directbitstream/ef25e129-b3d3-49e9-a601-a897f9235c9b/3136239.pdf

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Academic Works of Universidade de São Paulo     2012 - 2024